Ignorância ou pura desonestidade mesmo?

É só aparecer polêmicas (ruins) como essa, sobre ‘quem pode ou não usar turbantes‘ (oi?), para aparecer gente de tudo que é canto tentando usar essas discussões rasas de redes sociais como motivo para tentar desqualificar toda uma discussão importante sobre apropriação cultural, e legitimar todo um discurso racista, sexista e homofóbico da forma que lhes convêm. Desonestidade pura (para ficar num tom civilizado).

Intelectuais negras como Djamila Ribeiro e Suzane Jardim, dentre outrxs,  já discorreram com propriedade sobre o tema em artigos e posts nas redes. Apropriação cultural não tem a ver com prática indiviual, e sim com práticas de mercado.

Agora, militantes negrxs, antes de falarmos, e apontarmos o dedo dizendo o que pode ou não pode, vamos pesquisar e discutir mais a respeito. Sim, mulheres pretas que usam turbante e demais adereços de matriz africana são apedrejadas nas ruas, enquanto mulheres brancas que usam turbantes são fashion? Sim, isso é fato e muito violento. E é uma coisa que me revolta muito também. Mas, nós, enquanto povo preto, precisamos trabalhar melhor nossas lutas e orquestrar melhor nossas respostas. Pois a galera desonesta e covarde, que não assume, mas quer na verdade que o preto continue na senzala, servindo-os, e de boca fechada, tá aí, pronta pra puxar nosso tapete de modo leviano em qualquer deslize que a gente der.

Isso tudo, na minha humilde opinião.

Vamos pra frente minha gente! Tâmo junto!

Uma opinião sobre “Ignorância ou pura desonestidade mesmo?

  • 16 de fevereiro de 2017 em 15:04
    Permalink

    na minha opinião qualquer um pode usar aquilo q quiser usar desde q s sinta bem c isso independente d moda o nosso estilo e nos mesmos q fazemos vamos nos preocupar c coisas q realmente interessam e menos c oq o outro faz ou deixa d fazer c o seu próprio corpo

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *